Home Destinos InternacionaisEuropaEspanhaSevilha O que fazer em Sevilha

O que fazer em Sevilha

por Fernanda

Atualizado em 15 de janeiro de 2019

Sevilha fica na região da Andaluzia, sul da Espanha. É conhecida como a cidade do Flamenco, pois supostamente foi lá que ele nasceu. Ela também é famosa por conta de seus inúmeros bares de tapas e pelo seu constante agito. Mas não é só isso: Sevilha tem beleza, personalidade e muito sol, o que a coloca na minha lista de cidades preferidas na Espanha. Saiba o que fazer em Sevilha.

O que fazer em Sevilha

Praça da Espanha (Plaza de España)

Eu já vi inúmeras praças mundo afora e até hoje não encontrei nenhuma praça mais bonita do que a Praça da Espanha em Sevilha. É realmente magnífica. Fatos interessantes sobre a Praça da Espanha: ela foi construída para sediar a exposição Iberoamericana de 1929 por Anibal Gonzales. Ela levou 14 anos para ser construída e tem 50.000 m²  de extensão. Seu formato semicircular simboliza um abraço acolhedor a todos que passam pela praça.

Além das pontes, dos azulejos, vale a pena reparar nos bancos. Cada um deles representa uma província da Espanha. A Praça da Espanha é meu lugar favorito em Sevilha. E o melhor de tudo isso? É de graça.

praça espanha sevilha

Praça da Espanha em Sevilha

o que fazer em sevilha

Bancos Praça de Espanha

 

praça da espanha sevilhaParque de María Luísa

Pertinho da Praça da Espanha, esse parque é literalmente o pulmão verde de Sevilha e um oásis durante os dias extremamente quentes do verão. São 40 hectares de parque.

O Seguro Viagem é obrigatório na Espanha!

Viaje tranquilo e despreocupado com seguro viagem. Faça sua cotação e ainda ganhe desconto.

A Catedral de Sevilha

Dizem que lá nos anos 1400 os construtores da Catedral declararam que “iriam construir uma igreja tão grande que gerações futuras achariam que eles eram loucos”. E parece que a loucura deu certo, porque a Catedral é uma imensidão. São dezenas de capelas distribuídas por uma área de 23.500 metros quadrados. Assim como muitos outros monumentos da Andaluzia, a Catedral tem raízes muçulmanas (o local era uma antiga mesquita).

O túmulo de Cristóvão Colombo está dentro da Catedral, mas há muitos questionamentos se os restos mortais estão mesmo lá dentro. São quatro estátuas que representam os reinos de Aragão, Navarra, Leão e Castelo sustentando o caixão e “erguendo-o” nos braços.

Não deixe de visitar o pátio externo – Patio de los Naranjos. São 60 laranjeiras espalhadas por um pátio garantindo uma bela paisagem e sombras (especialmente útil durante o verão). Esse pátio também é parte do legado muçulmano. Ele era utilizado para o ritual de lavagem antes das orações na antiga mesquita.

o que fazer em sevilha

Catedral de Sevilha

catedral sevilha

Interior da Catedral de Sevilha

giralda sevilha

Patio de los Naranjos

Giralda

A torre foi construída entre 1184 e 1198 e é um dos principais cartões postais de Sevilha. A Giralda em 104 metros de altura e era o minarete da antiga mesquita. É possível subir até o topo e de lá apreciar vistas espetaculares da cidade.

Preços (novembro/18):

Entrada Catedral: 9€

Entrada Catedral + visita guiada Giralda: 15€. Atenção, pois os horários da visita guiada são marcados e a visita dura uma hora e meia e é feita nos idiomas espanhol, inglês, francês e italiano.

Dica: há uma visita gratuita audioguiada nas segundas entre às 16h30 e 18h. São só 70 vagas por segunda, então se você pretende conseguir uma vaga tem que reservar com muita antecedência direto no site da Catedral.

Site: http://www.catedraldesevilla.es/

Real Alcázar de Sevilha

O Real Alcázar de Sevilha é outra atração super concorrida na cidade. Fica bem pertinho da Catedral e definitivamente vale a visita. É Patrimônio da Humanidade pela Unesco e foi construído no início do século 14.

O Alcázar é outro monumento que teve forte influência dos árabes. Reserve um bom tempo para a visita porque o palácio é enorme e há muitos pátios e jardins. Se você já visitou Alhambra vai notar algumas semelhanças. O trabalho em gesso, por exemplo, foi trazido de Alhambra.

Minha dica: pegue um mapa na entrada porque não é muito fácil se achar lá dentro.

Importante: se você estiver visitando Sevilha em uma segunda-feira é possível visitar o Real Alcázar praticamente de graça entre às 16h e 17h (de outubro a março) ou entre às 18h e 19h (de abril a setembro). Só que para isso você precisa reservar com antecedência o seu ingresso online no site do Real Alcázar. Eu disse quase de graça porque você pagará 1 euro pela taxa de reserva. Li em muitos lugares que bastava chegar e esperar na fila que conseguiria entrar de graça entre esses horários, mas pelo menos em novembro/18 só estavam deixando entrar quem já tinha pedido o ingresso via site.

real alcazar sevilha

Real Alcázar Sevilha

Preço (novembro/18):

Ingresso direto na bilheteria: 11,5€

Passeio pela margem do rio Guadalquivir

O rio Guadalquivir atravessa a cidade. Um passeio por sua margem é uma boa pedida para quem curte apreciar paisagens. Se você quiser, também dá para fazer um passeio de barco pelo rio. O passeio dura uma hora.

Torre del Oro

Essa torre foi construída em 1220 e fazia parte das muralhas que tinham como objetivo proteger Sevilha das invasões árabes. Hoje ela abriga um museu marítimo e também é possível subir até o topo e apreciar belas vistas da cidade.

Preço: 3€

torre del oro sevilha

Torre del oro

Metropol Parasol (Setas de Sevilla)

O Metropol (também conhecido como Setas de Sevilha, pois “setas” é a palavra espanhola para cogumelos) é uma atração um tanto quanto polêmica: uns amam e outros odeiam. Quem odeia diz que o monumento modernoso não ornou com o resto da cidade. Olha, eu particularmente amei. Acredito que o melhor horário para visitar a atração é um pouco antes do pôr-do-sol.

Outro fato interessante do “cogumelão” é que durante a sua construção foram descobertos restos arqueológicos romanos no local. Aí também criaram o Antiquarium (fica no subsolo). O acesso ao mirante é feito via elevador.

Dica: apresentando seu ingresso, você tem direito a um drink grátis (cerveja, vinho ou “tinto de verano”) na Cervecería La Sureña (fica na parte externa do edifício) e um cartão postal na lojinha de souvenirs.

A entrada da bilheteria do Parasol é um pouco escondida. Você tem que descer até o subsolo (junto ao Antiquarium).

Preço: 3€ (não aceita cartão)

Site: https://setasdesevilla.com/

Setas de Sevilha

setas de sevilha

Pôr do sol Setas de Sevilha

Real Fábrica de Tabacos

A Antiga Fábrica de Tabacos de Sevilha (a primeira da Europa) hoje abriga a Universidade de Sevilha. O edifício chama a atenção porque foi construído em pedra no século XVIII.

Show de Flamenco

Nessa minha última viagem acabei não indo em nenhum, mas da outra vez que estive em Sevilha estava com uma amiga que dança Flamenco. Fomos em alguns shows (infelizmente não lembro o nome dos lugares, porque faz muito tempo) e gostei muito. Recomendo a experiência.

Comer tapas

Claro que comer tapas é outra coisa imperdível em Sevilha. Como a cidade é muito turística, há muitos lugares que se enquadram na categoria “pega-turista”: preços elevados com baixa qualidade. Um lugar que gostei muito e tem preço acessível é o La Sacrístia. As porções de tapas são bem servidas e os preços variam entre 3€ e 5€.

tapas em sevilha espanha

Tapas no La Sacrístia

Não citei a Plaza de Toros de la Real Maestranza propositalmente. Na primeira vez que estive em Sevilha (2005) até visitei a Plaza de Toros, mas hoje sou totalmente contra as touradas e não fiz questão de revisitar o lugar. As visitas não ocorrem durante as touradas, mas eu prefiro não incentivar esse tipo de turismo.

O lado bom de Sevilha é que você pode fazer tudo caminhando. Se você tiver um ritmo mais acelerado, em 2 dias você conseguirá visitar essas atrações turísticas. Mas, se for daqueles que gostam de apreciar as atrações com calma, 3 dias é o tempo ideal para ficar em Sevilha.

Onde ficar em Sevilha

Para otimizar seu roteiro e aproveitar ao máximo o que a cidade tem a oferecer, recomendo a hospedagem no Bairro de Santa Cruz, bem no centro da cidade. Seguem algumas sugestões: Hotel las Casas de la Judería (RESERVE AQUI), Hotel Doña Manuela (RESERVE AQUI), Hotel Rey Alfonso X (RESERVE AQUI).

Deixe um Comentário