Home Destinos InternacionaisEuropaGrécia Roteiro Ilhas Gregas

Roteiro Ilhas Gregas

por Fernanda

Roteiro Ilhas Gregas: montar um roteiro de viagem pelas ilhas gregas não é uma tarefa fácil, é quase como montar um quebra-cabeças. A Grécia possui centenas de ilhas maravilhosas (é realmente difícil decidir quais visitar) e também os deslocamentos entre elas não são tão simples. Quando estiver montando o seu roteiro pelas ilhas gregas verá que a maior dificuldade é encontrar um ferry ou voo que não faça você perder o dia todo no deslocamento.

Roteiro Ilhas Gregas

Como chegar nas Ilhas Gregas

Não há voos diretos do Brasil para a Grécia. A melhor alternativa é pegar um voo do Brasil até a Itália ou Turquia e de lá outro voo para as ilhas gregas. De qualquer maneira, é possível encontrar voos de diversas cidades europeias para Atenas e até mesmo para as ilhas gregas. No último caso, é mais fácil encontrar voos diretos durante a alta temporada de capitais europeias para as ilhas mais populares (Santorini, Mykonos, Zakynthos, etc.)

Melhor época para viajar pelas Ilhas Gregas

De maneira geral, a melhor época para viajar pelas ilhas gregas é durante os meses mais quentes da Europa (maio a setembro). Porém, o clima está louco e não tem mais como garantir que você vá efetivamente pegar praia nos meses da primavera, por exemplo. Fui em meados de maio e peguei dias de frio e chuva e outros de calor intenso. Sendo assim, recomendaria o mês de junho por ainda não ser altíssima temporada. Julho e agosto são meses de “lotação máxima” na Europa. Tenha isso em mente caso opte em ir nesses meses. Tudo fica mais lotado e mais caro durante os meses de julho e agosto. Ah! A Páscoa também é um feriado mega popular na Grécia e os preços vão nas alturas.

E ir no inverno para as ilhas gregas? A logística é bem mais complicada porque há quantidade reduzida de voos e ferries e muitos estabelecimentos fecham durante o inverno, mas nas ilhas maiores e mais visitadas não é impossível. Tenha em mente que não conseguirá aproveitar as praias, porque faz bastante frio durante o inverno.

Como se comunicar nas Ilhas Gregas

O idioma oficial é o grego, mas todo mundo fala inglês (com sotaque bem carregado, mas falam inglês). Não tive problema nenhum nas três ilhas que passei.

Comida nas Ilhas Gregas

Muita gente me perguntou no Instagram como é a comida nas Ilhas Gregas. Tem de tudo, desde a comida típica local (que é muita gostosa), até comida internacional que estamos acostumados (massas, pizzas, carnes) e também fast food. Eu opto por sempre comer a comida local para experimentar. Comi ótimos peixes nas ilhas gregas (frescos e grelhados), saganaki (queijo empanado – maravilhoso), moussaka (uma espécie de lasanha de berinjela), iogurte grego (para comer ajoelhado) e muita salada. Nas ilhas mais baratas, costumava pagar €10 por um prato bem servido de peixe acompanhado de salada e/ou legumes. Também tomei muito suco natural de laranja, melancia e vitaminas com iogurte grego.

comida grega preciso viajar

Comida Grega:
  • Se quiser comer barato prove o Gyros, um churrasco grego no pão pita. É bom e barato!
  • Há também muitos mercados espalhados pela cidade. É outra opção para economizar no café da manhã (caso seu hotel não ofereça) e lanches.
  • Nas ilhas gregas menos famosas, é comum os restaurantes servirem como cortesia ao final da refeição um prato de frutas e/ou um docinho acompanhado do drink típico Ouzo.
  • O serviço é lento. Não se estresse, afinal você está em um dos lugares mais lindos do mundo.

Quantos dias para um Roteiro Ilhas Gregas

Aqui é uma decisão muito pessoal. Vai depender de quantos dias você terá disponível para a sua viagem e o quanto gosta de praias. Meu Roteiro Ilhas Gregas foi o seguinte – Creta (5 dias), Santorini (3 dias) e Kefalonia (5 dias). E meu Roteiro pela Grécia ainda incluiu 2 dias em Atenas. Particularmente eu não gostei de Atenas e em uma próxima viagem não faço questão de incluir no meu roteiro.

Minha opinião pessoal é que 10 dias já é uma quantidade razoável de dias e você consegue fazer 2 ou até 3 ilhas pequenas e do mesmo arquipélago. O meu roteiro ilhas gregas 15 dias eu achei “na medida”. Consegui curtir bastante as ilhas (conheci três) e ainda pude conhecer mais um país na viagem (Croácia). Mas, se quiser, tem roteiro pelas ilhas gregas de 20, 30 dias. O céu é o limite.

Eu particularmente não gosto de conhecer apenas um país quando viajo, então procuro visitar pelo menos dois em cada viagem. Nessa viagem em específico, visitei Grécia e Croácia. Mas ilhas gregas também combinam com a Turquia: veja um roteiro em Istambul e o que fazer na Capadócia. Grécia também combina com Itália – veja Dicas de Capri e também Croácia (foi a minha opção).

Antisamos na Kefalonia

O que levar na mala na viagem para as Ilhas Gregas

Considerando que você siga a dica de ir para as ilhas gregas nos meses mais quentes, leve roupas leves e também um casaco fino para usar durante a noite. Itens indispensáveis para colocar na mala: um bom par de tênis, chinelo, boné ou chapéu, óculos de sol, roupa de banho (maiô, biquini, sunga e afins), sapatilha de neoprene especial para entrar na água (a maioria das praias são de pedras), repelente e muito protetor solar. Levei também um item que acho horroroso, mas quebrou um galho na minha viagem: um par de Crocs.

roteiro ilhas gregas

Fteri Beach na Kefalonia

Cruzeiro Ilhas Gregas: vale a pena?

Eu nunca fiz um cruzeiro pelas ilhas gregas, mas, ao contrário de muitos, eu não tenho nada contra cruzeiros de maneira geral. Fiz um cruzeiro pelo Caribe e adorei a experiência. É outro tipo de viagem e a principal vantagem, a meu ver, é ver um pouquinho de cada destino. Depois, você escolhe os que mais gostou e pode voltar em outra viagem (com mais calma). Outra coisa que eu gostei muito quando fiz cruzeiro foi o fato de não precisar ficar me preocupando com a mala. Você chega, deixa a mala no quarto e só vai arrumar a mala na hora de ir embora do navio.

Tenho uma crítica sim em relação ao turismo massificado dos cruzeiros em certas cidades, mas isso está ocorrendo porque muitas cidades liberam mais de 10 navios chegando no mesmo dia. Isso é loucura!

Quais ilhas gregas escolher

Depende do tipo de experiência que quer ter, se quer ver aquela Grécia de casinhas brancas, a Grécia do mar azul fosforescente, a Grécia cheia de história, uma ilha tranquila e pouco movimentada ou se quer festa. A boa notícia é que a Grécia é bastante democrática e há opções de ilhas gregas para todos os gostos (e bolsos).

roteiro ilhas gregas

Navagio Beach em Zakynthos

Ilhas Cíclades

As ilhas Cíclades são as ilhas gregas mais conhecidas por conta das famosas Santorini e Mykonos. Mas há outras ilhas interessantes no arquipélago das Cíclades: Ios, Milos, Syros, Deros, Naxos, Paros e Antiparos, por exemplo.

Das 24 Ilhas Cíclades habitadas, 6 delas têm aeroportos: Santorini, Mykonos, Syros, Milos, Paros, Naxos.

Como se locomover nas Ilhas Cíclades: de avião (vindo de Atenas) em uma das ilhas que possuem aeroportos ou então via ferry. Durante a alta temporada, há vários ferries conectando as Ilhas Cíclades. Eu usei o site https://www.ferries.gr/, mas comprei os bilhetes diretamente na empresa do ferry para não pagar a taxa de serviço de €10 que o site Ferries cobra.

santorini grecia

Santorini

Creta

Creta é a maior ilha da Grécia e tem uma combinação interessante para quem curte História (Grécia é um museu a céu aberto) e também para quem procura praias paradisíacas. Admito que Creta acabou entrando no meu roteiro ilhas gregas só porque consegui um voo barato do Brasil para Paris e de Paris a melhor opção em custo x benefício para a Grécia era exatamente um voo para Chania. E que escolha acertada. Eu amei Creta!

Creta é enorme, então alugar carro é essencial para otimizar seu roteiro. Eu fiquei 5 dias em Creta, mas tinha atrações para mais dias.

ilhas gregas

Balos na ilha de Creta

Ilhas Jônicas

As Ilhas Jônicas também andam em alta. O arquipélago jônico também é conhecido como “Sete Ilhas” por conta das sete principais ilhas Jônicas: Corfu, Paxos, Lefkada, Ítaca, Kythera, Kefalonia e Zakynthos (a ilha jônica mais visitada por conta de sua lindíssima Navagio Beach).

Para se locomover entre as Ilhas Jônicas é possível utilizar o ferry da empresa Joy Cruises. http://corfu.joycruises.gr/

viagem kefalonia

Myrtos Beach na Kefalonia

Ilhas Dodecaneso

As ilhas do Dodecaneso ficam bem próximas da Costa da Turquia. Rodes é a maior e mais conhecida ilha do arquipélago. São destaque também na região: Karpathos (segunda maior ilha), Kos, Kasos, Leros, Patmos, Tilos.

Ilhas Espórades

As Ilhas Espórades ficam no noroeste do Mar Egeu e entraram no radar de muita gente após o filme “Mamma Mia”. O filme foi gravado nas ilhas de Skiathos e Skopelos. Ainda são ilhas da região: Alonissos e Skiros.

Ilhas Egeias

Ficam no norte do Mar Egeu. São elas: Agios Efstratios, Tassos, Ikaria, Lesvos, Limnos, Oinousses, Samos, Samotrácia, Chios e Psara.

Ikaria já apareceu até no Globo Repórter. É conhecida como a “ilha da juventude”, a “ilha onde as pessoas esquecem de morrer”.

Ilhas Sarônicas

São as ilhas mais próximas de Atenas: Egina, Poros e Hydra. Dá para fazer um passeio desde Atenas. Veja como comprar o passeio.

Quanto custa viajar pelas Ilhas Gregas

Depende da época escolhida e das ilhas que irá visitar. Santorini, Mykonos e Rhodes são ilhas caras, por exemplo. Ilhas como Kefalonia, Creta, Zakynthos, Milos, Ios e tantas outras são mais baratas. Também recomendo que compre as passagens de avião e reserve os hotéis com antecedência. Dessa maneira você conseguirá economizar na sua viagem para as Ilhas Gregas.

Vou colocar aqui alguns dos meus gastos nas 3 ilhas gregas que visitei (Creta, Santorini e Kefalonia). Eu fiz essa viagem na segunda quinzena de 2019 e saí do Brasil com tudo reservado.

Custo dos Hotéis nas Ilhas Gregas

Eu poderia ter economizado bem mais nos hotéis, mas quis ficar em hotéis com boa nota no Booking e um pouco mais confortáveis. Seguem preços e o que achei de cada um dos hotéis que fiquei nas ilhas gregas. Lembrando que reservei esses hotéis com três meses de antecedência e esses preços foram para hospedagens realizadas na segunda quinzena de maio de 2019. Esses preços podem variar nas datas da sua viagem.

Hotéis nas Ilhas Gregas
  • Em Creta fiquei no Royal Sun em Chania (diária €77,5 – RESERVE AQUI ) e no Infinity City Boutique Hotel em Heraklion (diária €95 – RESERVE AQUI). Gostei dos dois, em especial do Royal Sun que tem ótimo custo x benefício pelo que oferece (transfer gratuito até o centro histórico de Chania e uma vista maravilhosa da cidade).
  • Em Santorini fiquei no Aspa Villas (diária €130 – RESERVE AQUI). Amei o hotel. Foi o hotel que mais gostei na Grécia. Uma experiência fantástica, parecia que eu estava em casa.
  • Na Kefalonia fiquei no Aura Boutique Hotel (diária €70 – RESERVE AQUI) e no Petani Bay (diária €184 – RESERVE AQUI). Gostei muito do Aura Boutique (hotel familiar) e achei o Petani Bay superestimado e caro pelo que oferece.
  • Em Atenas eu fiquei no Attalos Hotel (diária €70 – RESERVE AQUI). Muito bem localizado, praticamente ao lado da estação de metrô (linha sem baldeação para o aeroporto).

Custo Aluguel de Carro e Combustível

Aluguei carro apenas nas ilhas de Creta e Kefalonia. Em Creta gastei um pouco mais, pois aluguei um carro em Chania e devolvi o carro em Heraklion. Isso me custou uma taxa extra de €60 por devolver o carro em outra cidade.

Na Kefalonia gastei €17/dia no aluguel do carro e €11 de combustível/dia. Rodei bastante nas duas ilhas.

Nissan Micra alugado em Balos.

Gastos com Alimentação

Eu gosto de pegar dicas com os locais. É raro eu ir em restaurantes mais sofisticados. Alguns valores em restaurantes simples/medianos. Em Santorini espere pagar uns 50% a mais.

  • Prato de peixe grelhado acompanhado de legumes e/ou salada: entre €8 e €10.
  • Saganaki: entre €3 e €5.
  • Moussaka: entre €7 e €10.
  • Salada grega: entre €6 e €10.

Eu costumava gastar entre €12 e €15 por refeição (com refrigerante/suco e/ou cerveja).

Gastos com Passeios

Eu quase não gastei com passeios nas ilhas gregas, porque o foco da minha viagem foi mesmo conhecer as praias (e as praias são gratuitas).

Paguei €7 para entrar na Melissani Cave na Kefalonia e €15 para um passeio de barco (na verdade um “áqua-táxi” para a praia de Fteri (também na Kefalonia).

Melissani Cave

Roteiros Ilhas Gregas – monte o seu

Agora que você já viu como chegar nas ilhas, quanto custa, qual a melhor época e quais são as principais ilhas, chegou a hora de montar seu roteiro. Vai dar um certo trabalho, mas garanto que vai valer muito a pena. A Grécia não decepciona.

Seguem algumas opções de roteiros:

Roteiro Ilhas gregas – 10 dias

  • Atenas e Cíclades: Atenas + 2 Ilhas Cíclades
  • Ilhas Cíclades: 3 ilhas Cíclades
  • Creta e Cíclades: Creta + 1 ou 2 Ilhas Cíclades
  • Atenas e Creta
  • Atenas, Kefalonia e Zakynthos (ou só Kefalonia e Zakynthos)
  • Atenas e Espórades (Skiathos e Skopelos)

Roteiro Ilhas Gregas – 15 dias

  • Atenas e Ilhas Cíclades
  • Atenas e Ilhas Jônicas
  • Ilhas Jônicas: Kefalonia e Zakynthos e mais 2 ilhas jônicas de sua preferência
  • Creta e Cíclades: sugiro deixar pelo menos 5 dias para Creta e os demais para explorar ilhas Cíclades (3 ilhas).
  • Creta, Karpathos e Rodes
  • Creta, Santorini, Atenas e Kefalonia (esse foi o meu roteiro). Paris – Creta (avião – Transavia). Creta – Santorini (ferry – Sea Jets). Santorini – Atenas (avião – Aegean). Atenas – Kefalonia (avião – Sky Express). Kefalonia – Atenas (avião – Olympic Air). Para otimizar o meu roteiro, eu peguei voos bem no início da manhã e de noite.

Para roteiros acima de 15 dias, fica um pouco mais fácil porque você pode: 1) explorar com calma cada arquipélago priorizando visitar mais ilhas da mesma região ou 2) “perder” uns dias de deslocamento e com isso visitar vários arquipélagos na mesma viagem.

A dica é pesquisar, pesquisar muito. Ver os horários dos voos, ferries e ver quais ilhas dá para encaixar no seu roteiro. Como eu já disse, é quase como um quebra-cabeças 🙂

17 comentários
0

Artigos Relacionados

17 comentários

Thaís Carneiro 26 de junho de 2019 - 20:43

Que fotos são essas! Fiquei apaixonada por esse roteiro das Ilhas Gregas. Amei que você incluiu a parte gastronômica. Conhecer a cultura através da comida é mágico.

Reply
Fernanda 26 de junho de 2019 - 20:46

A comida grega é muito deliciosa. Um dos pontos altos da viagem foi a gastronomia 🙂

Reply
Liany Garves Nogueira 27 de junho de 2019 - 01:31

Fe, que post sensacional! Morro de vontade de conhecer a Grécia e principalmente essas ilhas maravilhosas. Mas estou com um cliente agora interessado na Grécia e não sabia nem por onde organizar o roteiro, seu post vai me ajudar muito!!! Super obrigada

Reply
Fernanda 27 de junho de 2019 - 09:09

De nada! Montar um roteiro pela Grécia é quase como montar um quebra-cabeças.

Reply
Carla Mota 27 de junho de 2019 - 05:05

Estou mesmo querendo fazer uma coisa destas! As ilhas gregas há muito que estão na minha mira de viagem. Belo roteiro cheio de boas dicas.

Reply
Fernanda 27 de junho de 2019 - 09:08

Vale muito a pena visitar as ilhas gregas. Difícil é escolher qual visitar, já que uma é mais bonita que a outra.

Reply
Gabriela Torrezani 27 de junho de 2019 - 06:02

Que demais, faz tempo que eu quero planejar um roteiro pelas Ilhas Gregas mas nunca rola… quem sabe ano que vem? Visitar Creta é um verdadeiro sonho!

Reply
Fernanda 27 de junho de 2019 - 09:08

Essa minha viagem levou anos para sair do papel, mas valeu todo o tempo de espera.

Reply
Flávia Donohoe 28 de junho de 2019 - 19:27

Já faz um tempo que quero conhecer a Grécia, especialmente as ilhas, deu uma boa clareada do que conhecer e quais ilhas visitar, não tinha muito ideia do que pesquisar, post super completo!

Reply
Fernanda 29 de junho de 2019 - 19:03

Vale muito a pena conhecer as ilhas gregas.

Reply
Daniel Craig 24 de julho de 2019 - 15:20

Adorei as dicas, seria um sonho chegar na Grécia, mais um item na minha lista de viagens.

Reply
BIANCA 15 de outubro de 2019 - 17:53

Vou passar a lua de mel na grécia
Será que em 15 dias consigo fazer Mykonos (oy Mylos), Santorini, Creta, Karpathos e Rhodes?
Você aconselha Mykonos oyu Mylos? Vejo falarem muito sobre Mykonos, mas confesso que as fotos de Mylos me encantaram

Reply
Fernanda 15 de outubro de 2019 - 19:57

Olá, Bianca! 15 dias é pouco para todas essas ilhas. Eu escolheria 3, no máximo 4 ilhas para 15 dias. O deslocamento entre as ilhas toma muito tempo. Em relação à Mykonos e Milos: não conheci nenhuma das duas, mas fiquei bem tentada a ir para Milos também.

Reply
Neusa dos Santos 16 de novembro de 2019 - 19:11

Olá Fernanda, tudo bem???
Adorei suas dicas, com elas é muito mais fácil montar a viagem dos sonhos, parabéns.

Qual sua opinião sobre viajar para Grécia por conta própria, porém, sem falar ingles??? Eu sairia do Brasil com todos os voos comprados, os hotéis reservados, o roteiro pronto com todos os passeios agendados etc etc. Você acha inviável usar somente o tradutor do Google e um guia para viajante em inglês???? Só mais um detalhe, eu viajo só, não tenho companhia. Eu sempre viajei em tour com guia, mas desta vez estão me pedindo um preço absurdo….. por 15 dias de viagem.
Vou ficar muito feliz se você puder me ajudar.
Att.
Neusa dos Santos

Reply
Fernanda 8 de dezembro de 2019 - 01:01

Oi, Neusa! Sobre viajar por conta própria, é muito tranquilo. Claro que falar inglês facilita muito, mas se souber pelo menos o básico e usar o Google tradutor, acho que dá sim.

Reply
Felipe 28 de novembro de 2019 - 10:46

Olá Fernanda, tudo bem? Adorei o texto e as dicas. Estou planejando a viagem para o ano que vem, tenho uma filha que vai estar com 1 ano e meio. Vc acha viável viajar pras ilhas com criança dessa idade?

Reply
Fernanda 8 de dezembro de 2019 - 00:59

Felipe, vi bastante gente com crianças (inclusive bebês de colo). Convém, claro, escolher praias com mais estrutura para dar mais conforto para a sua filha.

Reply

Deixe um Comentário