Home Destinos InternacionaisAméricaMéxicoCidade do México As pirâmides de Teotihuacán

As pirâmides de Teotihuacán

por Fernanda

Esse era um dos programas que eu mais queria fazer na Cidade do México, pois adoro sítios arqueológicos.

Como chegar

As pirâmides ficam localizadas a 40 km da Cidade do México e embora quase todo mundo diga que você pode fazer esse passeio em meio-dia e muitas agências até vendam um ‘combo Pirâmides +  Catedral de Guadalupe’, eu sinceramente acho que o passeio vale um dia inteiro, principalmente se você optar por chegar lá por conta própria.

Foi o que nós fizemos. Pegamos a linha verde do metrô até a estação ‘Indios Verdes’. Seguimos o fluxo, até encontrar vários ônibus enfileirados. A sinalização é horrível e não é uma rodoviária. É simplesmente um amontoado de ônibus, micro-ônibus e vans parados em várias ruas. Fui perguntando “bus para las pirâmides” até que consegui encontrar o tal ônibus.

Bom, o ônibus estava caindo aos pedaços. Eu até senti um certo medo de entrar, porque não tinha nenhum turista no ônibus, mas no fim deu tudo certo. É bem tranquilo mesmo pegar o ônibus local. O México é super preparado para o turismo e, nas áreas turísticas, o turista pode respirar aliviado. O ônibus custa 38 pesos (versus 700 pesos dos pacotes que as agências vendem).

O ônibus da ida

O ônibus da ida

Na ida, levamos duas horas para chegar, pois pegamos um ônibus pinga-pinga. Já na volta, demoramos uma hora, mas descemos no local errado.

O ônibus te deixa na porta de entrada das pirâmides de Teotihucán. Você só precisa entrar, pagar seu ingresso (57 pesos) e começar a caminhada.

Teotihuacán

Teotihuacán significa “Cidade dos Deuses” (nome dado pelos astecas que a descobriram inteiramente construída). Foi considerada uma cidade muito próspera nos anos 500 A.C, inclusive abrigando uma população de 200.000 pessoas. Embora tenho sido bem planejada, pouco se sabe sobre ela, visto que os construtores não deixaram nada por escrito (ninguém sabe quem de fato construiu a cidade). Também não se sabe o motivo de sua decadência lá na época de 650 A.C.

O lugar é e-nor-me! E é exatamente por isso que falo que muitas pessoas subestimam a visita. Só para vocês terem ideia, a Pirâmide do Sol é a segunda maior pirâmide do país e a terceira maior do mundo. São 65 metros de altura, 225 metros de largura, 260 degraus e está na direção exata que o sol de põe. É algo realmente impressionante!

P1140351

 

IMG_0047

Estive em Machu Picchu no ano passado, mas digo sem sombra de dúvidas que fiquei tão encantada quanto com Teotihuacán. A diferença é que eu não consegui subir a Pirâmide do Sol por motivos de calor extremo. Eu já tenho a pressão baixa e não aguentei a subida. Minha mãe até tentou, mas também não conseguiu chegar lá em cima por causa do calor. Dica de ouro: chapéu e/ou boné são essenciais. Se esqueceu de levar, eles vendem uns bem baratos lá.

Mas não é só a Pirâmide do Sol que faz de Teotihuacán um lugar especial. Tem também a Pirâmide da Lua, que é um pouco menor e tem 45 metros de altura, mas não deixa de ser impressionante.

P1140377

IMG_0055

E tem ainda a ‘Calçada dos Mortos’ que era o eixo central da cidade e tinha um comprimento de 4 km. Hoje, esse comprimento é de 2,5 km e vai da Pirâmide da Lua até o que os espanhóis na época chamaram de Cidadela (um pátio com casas em volta).

Pirâmides de Teotihuacán

Eu me arrependo de ter passado apenas algumas horas em Teotihuacán e não ter tido a oportunidade de ter explorado com calma as pirâmides, os templos e os palácios me atentando a todos os detalhes.

P1140317

 

P1140334

 

P1140326

 

Visitar Teotihuacán é como voltar no tempo. Dá para sentir a história viva por lá e imaginar como as pessoas viviam na era pré-cristã. Definitivamente, é um passeio imperdível para quem vai para a Cidade do México.

O jardim em frente a uma das entradas da pirâmides

O jardim em frente a uma das entradas da pirâmides

Dicas para quem quer visitar as pirâmides

  • Nos domingos, a entrada é grátis para os mexicanos. Logo, as pirâmides ficam lotadas. Se possível, evite ir nesse dia.
  • Quanto mais cedo você chegar, melhor. Nós chegamos às 11 da manhã e já estava muito cheio.
  • O lugar tem várias entradas, mas são todas bem sinalizadas, então é tranquilo encontrar a entrada principal (que tem o ponto de ônibus).
  • Leve água e comida, porque lá não tem muitas opções.
  • Dá para fazer sem guia, mas é bom levar pelo menos um guia impresso.
  • A abordagem dos vendedores ambulantes chega a beirar o insuportável.
  • Na saída, tem uma espécie de feirinha com várias lojas de artesanato. Compramos calendários maias, esculturas, ímãs de geladeira e achamos que foi o lugar mais barato entre todos que passamos no México. Mas tem que barganhar (e muito). Levei dois calendários maias (de pedra) por 300 pesos, sendo que queriam me cobrar cada um por 300.

Confira todas as dicas de viagem do México

12 comentários
0

Artigos Relacionados

12 comentários

Rafael Carvalho 11 de julho de 2013 - 15:36

Excelente post, me deu muitas saudades de lá! bjos

Reply
Fernanda 11 de julho de 2013 - 16:44

O lugar é incrível!

Reply
samuka 8 de novembro de 2013 - 16:52

Ola Fernanda, pretendo ir para o Mexico ano que vem, gostaria de saber por qual portão vou ter que entrar pra pagar o ingresso , qualquer um ?

Reply
Fernanda 10 de novembro de 2013 - 18:09

Hum…aí você me pegou. Acho que é o portão 1, mas o ônibus para exatamente na frente.

Reply
netto 25 de novembro de 2013 - 22:24

Excelente post gracas a ele consegui chegar por conta na zona arqueologica, obrigado.

Reply
Fernanda 25 de novembro de 2013 - 22:49

Oi Netto! Que legal e que bom que te ajudou. É bem tranquilo chegar lá de busão, né?

Reply
Raul Neto 25 de janeiro de 2014 - 10:59

Obrigado por este post. Estou indo para o México e estou colhendo dicas para uma viagem inesquecivel…

Reply
Fernanda 26 de janeiro de 2014 - 21:17

De nada! Você vai curtir.

Reply
Adalberto 23 de fevereiro de 2014 - 14:58

Oi Fernanda, deixe-me ver se entendi. As pirâmides ficam bem pertinho da Cidade do México. Para chegar até elas, basta pegar um voo Brasil-México,e descer no aeroporto Benito Juarez. Com certeza deve ter muita gente e agências vendendo esses passeios na cidade, como em Cusco no Peru, para Machu Picchu e tantos outros lugares, certo?

Reply
Fernanda 23 de fevereiro de 2014 - 19:02

Sim, eles vendem no aeroporto por preços bem maiores do que se você fosse fazer sozinho, de forma independente.

Reply
EVY 27 de dezembro de 2015 - 15:46

Fernanda, estamos cogitando alugar um carro para fazer Teotihuacan no nosso tempo e com conforto, mas nenhum blog fala a respeito. O que acha?

Reply
Fernanda 27 de dezembro de 2015 - 15:54

Eu achei o trânsito lá um pouco caótico.

Reply

Deixe um Comentário